image
Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error sit voluptatem accusantium doloremque. Perspiciatis unde omnis iste natus error sit voluptatem accusa.
Recent Posts
Search
 

Melasma e Gestação

Melasma na Gravidez: há algo que possa ser feito?

O Melasma é um defeito da pigmentação da pele, com manchas escuras que variam entre vários tons de marrom, por excesso de melanina, o pigmento da pele. É muito comum durante a gravidez, e nesta fase merece cuidados especiais. Muitas pessoas acreditam que não há tratamento para o melasma durante a gravidez, mas você pode sim tratar a pele nesta fase da sua vida.

Fatos sobre o Melasma:

  • O melasma pode ser visto em qualquer tipo de pele e atinge até 70% das gestantes.
  • Pode iniciar ou piorar durante a gestação, sendo mais comum no segundo trimestre.
  • Quando aparece exclusivamente na gestação, costuma desaparecer em até 1 ano após o parto.
  • Em cerca de 30% das pacientes ele evolui, necessitando de tratamento contínuo.

O que causa o Melasma?

Apesar de vários fatores serem sabidamente relacionados ao seu desenvolvimento, muito do mecanismo de formação do Melasma continua desconhecido. Os hormônios femininos, tanto o estrógeno quanto a progesterona, podem causar aumento da pigmentação da pele durante a gestação, mas a maneira exata como isso ocorre ainda precisa ser esclarecida.

O principal fator causador continua sendo a exposição solar (crônica, ou seja, ao longo da vida). Todas as partes do raio de sol desde a radiação Ultravioleta, luz visível (encontrada também nas lâmpadas e telas de computador/celulares) e raio infravermelho (calor) podem escurecer a pele.

Há indícios de que a pele na região da mancha tem uma sensibilidade maior aos efeitos dos hormônios e da radiação quando comparamos com a pele normal. Ou seja, pequenas exposições solares e variações hormonais são capazes de piorar a mancha.

Outros fatores envolvidos:

  • A predisposição genética e o histórico familiar influenciam no surgimento do melasma.
  • Irritação e inflamação da pele também levam ao aumento da mancha.

O Melasma na gestação é diferente?

Não, O Melasma na gravidez tem o mesmo aspecto e localização das mulheres não grávidas.

Podemos tratar durante a gravidez?

Durante a gestação o tratamento do melasma é limitado, e devem ser tomadas todas as medidas necessárias para que não ocorra uma piora das manchas.

O ponto principal para que o tratamento tenha efeito é a proteção solar efetiva.

Qual o melhor protetor solar para a gestante?

A grávida deve usar protetores de amplo espectro, ou seja, aqueles que protejam contra raios UVA e UVB. Apesar de não existir contraindicação nem relatos de problemas para a mãe ou feto com os protetores solares químicos, durante a gestação, principalmente no primeiro trimestre, damos preferência aos filtros solares físicos, sempre com FPS alto (exemplo FPS 50).

Sempre que possível use filtros com cor para reforçar a proteção solar, principalmente contra a Luz Visível! Hoje sabemos que a luz visível – que vem do sol e das lâmpadas artificias – tem forte poder de manchar a pele. O filtro solar comum não consegue nos proteger bem dela, por isso devemos usar filtros com cor de base.

A aplicação correta do fotoprotetor em camada grossa (1 colher das de chá para face e pescoço) com reaplicação a cada 3 horas é essencial.

O que mais pode ser feito?

Não basta apenas o uso de protetores solares, é necessário um conjunto de medidas que diminuam a ação da radiação solar na pele. Devemos incluir sempre o uso de roupas, chapéus, bonés e ficar o máximo possível na sombra. Mantenha-se em ambientes frescos e arejados.

A grávida pode usar algum clareador?

Para ajudar na remoção das manchas, cremes clareadores podem ser utilizados. Existe certa restrição durante a gestação em relação aos produtos tópicos, por outro lado há uma diversidade de produtos liberados com segurança.

Os ativos mais usados na gestação são ácido glicólico, vitamina C, ácido kójico e ácido azeláico.

Algumas substâncias são proibidas durante a gravidez. Como:

  • Hidroquinona;
  • Tretinoína (ácido retinóico).

Posso fazer peelings e Lasers?

Estes tratamentos não são liberados para gestantes por 2 motivos: O primeiro é que a maioria das substâncias não foram testadas em gestantes na concentração usada nos peelings. O segundo é que a pele da gestante apresenta maior sensibilidade e tendência a pigmentar após estímulos inflamatórios, inclusive machucados e arranhões.

Não deixe de visitar o seu Dermatologista durante a sua gravidez, lembre-se que a prevenção é sempre o melhor remédio!

Ligue e marque sua consulta!