image
Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error sit voluptatem accusantium doloremque. Perspiciatis unde omnis iste natus error sit voluptatem accusa.
Recent Posts
Search
 

Melasma : Tratamentos

[vc_row content_width=”grid” center_bck_image=”no” css=”.vc_custom_1491251704040{padding-top: 10px !important;}”][vc_column offset=”vc_col-lg-6 vc_col-md-12″][vc_empty_space height=”42px”][vc_single_image image=”11579″ img_size=”full” alignment=”center”][/vc_column][vc_column offset=”vc_col-lg-6 vc_col-md-12″ css=”.vc_custom_1477054256516{padding-right: 3% !important;padding-left: 3% !important;}”][vc_empty_space height=”42px”][eltd_section_title alignment=”left” title=”TRATAMENTO DO MELASMA” title_font_size=”28″ subtitle=”O melasma é um tipo de mancha de pele mais comum nas mulheres e que aparece principalmente no rosto. O tratamento é complexo, contínuo e envolve várias medidas diferentes. Neste artigo falaremos sobre todas as opções de tratamento do melasma.”][vc_empty_space height=”18px”][eltd_section_title alignment=”left” title_font_size=”24″][vc_column_text]O dermatologista é o profissional mais indicado para diagnosticar e tratar esta condição. Os tratamentos variam, mas sempre compreendem hábitos de proteção contra os raios ultravioleta, a luz visível e o uso de medicamentos tópicos, orais e procedimentos para o clareamento.

O tratamento do melasma sempre prevê um conjunto de medidas para clarear, estabilizar e impedir ao máximo que o pigmento volte. O tratamento terá um esquema diferenciado para inverno e verão.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row content_width=”grid” center_bck_image=”no”][vc_column][vc_empty_space][eltd_section_title alignment=”left” title_font_size=”24″ title=”Fotoproteção”][vc_column_text]O ponto de partida e pilar principal para que o tratamento tenha efeito é a proteção efetiva contra os raios solares. Aplicar um filtro solar potente físico e químico, com FPS mínimo de 30 nas regiões expostas do corpo é a medida essencial. Procure filtros que tenham proteções contra os raios ultravioleta A (UVA/ PPD) e ultravioleta B (UVB/ FPS). A aplicação correta do fotoprotetor em camada grossa (1 colher das de chá para face e pescoço) com reaplicação periódica a cada 3 horas é essencial.

Outra forma de atingir a quantidade correta de produto é realizar a aplicação em dupla camada. Você aplica o filtro solar da forma habitual no rosto, espera uns minutos para que ele seque e reaplica uma segunda camada em cima da primeira. Sabemos que a maior parte das pessoas aplica uma camada muito fina e espalha muito o creme fotoprotetor, assim sua capacidade protetora diminui enormemente.[/vc_column_text][vc_empty_space height=”18px”][eltd_section_title alignment=”left” title=”E como me proteger da Luz Visível? ” title_font_size=”24″][vc_column_text]Os filtros solares comuns não são capazes de nos proteger contra a Luz Visível e a Luz Azul (parte da Luz visível que mais mancha), sendo necessário o uso de protetores específicos para esta radiação. Basicamente um protetor é formado por filtros químicos (absorvem a luz) associados ou não aos filtros físicos (refletem a luz). Para que a cosmética seja agradável e não fique com aquela aparência de máscara branca, os filtros físicos são picotados em fragmentos bem pequenos, porém, dessa forma não conseguem mais filtrar a luz visível. Adicionando os pigmentos nos filtros solares conseguimos barrar a luz visível com um efeito de maquiagem.

Importante saber: Os estudos mostram que a melhor proteção para a luz visível é feita com o pigmento óxido de ferro, que é encontrado em alguns dos filtros com cor de base, mas não em todos. E o óxido de ferro deve estar numa concentração acima de 2,5%.[/vc_column_text][vc_empty_space height=”18px”][eltd_section_title alignment=”left” title=”O que mais posso fazer para me proteger?” title_font_size=”24″][vc_column_text]Usar chapéus e bonés, roupas, guarda-sol e protetores com os filtros específicos quando se expuser ao sol. Você deve usar filtros com cor durante o ano todo, mesmo no inverno e mesmo nos locais fechados, mas que tenham muita luminosidade (em frente ao computador, se você trabalha em locais com muitas luzes como lojas e escritórios).[/vc_column_text][vc_empty_space height=”18px”][eltd_section_title alignment=”left” title=”Tratamento tópico/ Cremes:” title_font_size=”24″][vc_column_text]Para ajudar na remoção destas manchas, cremes clareadores podem ser utilizados. Os ativos mais usados são à base de hidroquinona, ácido glicólico, tretinoína, ácido kójico e ácido azeláico, entre outros. Há uma grande quantidade de substâncias que deve ser associada conforme cada caso.

Algumas substâncias como a Hidroquinona podem ser bastante irritativas e até causar alergia em algumas pessoas e por esta razão não podem ser utilizadas por todos os pacientes com risco de piora da mancha, efeitos colaterais ou pigmentação pós-inflamatória/rebote. Também não pode ser usada por longos períodos com risco de efeitos colaterais como pigmentação esbranquiçada em formato de confete e pigmentação acinzentada chamada Ocronose, de difícil tratamento. Por isso, a Hidroquinona deve ser usada com acompanhamento de médico experiente no uso do produto.

Os resultados demoram cerca de dois meses para começar a aparecer. O tratamento com cremes não é um método que funcione com todos os pacientes e deve ser individualizado. Mesmo com resultados rápidos, o tempo necessário para estabilizar a condição e impedir que mínimas exposições façam retornar o pigmento pode ser de muitos anos.

[/vc_column_text][vc_empty_space height=”18px”][eltd_section_title alignment=”left” title=”Antioxidantes Orais” title_font_size=”24″][vc_column_text]Conhecidos como “Protetor Solar Oral”, ou “Protetor Solar em cápsulas”, são usados para aumentar a resistência da pele frente à luz solar e como coadjuvantes no clareamento. Estas substâncias não substituem o uso do filtro solar em hipótese alguma. Eles ajudam a normalizar a função do Melanócito que está alterada, deixando-os menos sensíveis aos estímulos externos.

São exemplos as Vitaminas C e E, Polypodium leucotomus, Picnogenol, Resveratrol, Luteína, Licopeno, Betacaroteno, Pomegranate, Oli-Ola® etc.[/vc_column_text][vc_empty_space height=”18px”][eltd_section_title alignment=”left” title=”Peelings” title_font_size=”24″][vc_column_text]O peeling pode clarear a pele de forma gradual e até mais rapidamente do que os cremes, porém seu uso é feito sempre em associação aos mesmos.

Existem diversos tipos de procedimentos: alguns mais superficiais (mais seguro, e o mais indicado no Melasma) e outros mais profundos (indicado somente em casos específicos). O dermatologista fará a escolha do procedimento mais adequado para cada caso.[/vc_column_text][vc_empty_space height=”18px”][eltd_section_title alignment=”left” title=”Laser e Luz Intensa Pulsada” title_font_size=”24″][vc_column_text]Há algumas formas de energia luminosa que podem ajudar no conjunto de medidas para clarear o melasma. Esta modalidade de tratamento deve ser realizada com cuidado para não gerar mais pigmentação, motivo pelo qual deve ser realizado por um profissional habituado às fontes de energia luminosa. A energia liberada pelo laser aquece a pele e por isso pode acabar por piorar a mancha, a luz pulsada é um tipo de laser que libera energia e calor de forma intensa. Os lasers chamados Q-switcheds liberam energia de forma extremamente rápida, diminuindo o aquecimento na superfície da pele. Por isso são mais indicados no tratamento do melasma.

Esta técnica também não é indicada para todos os pacientes, somente em casos selecionados. Geralmente nos pacientes que já tentaram todos os outros tratamentos sem melhora.

[/vc_column_text][vc_empty_space height=”18px”][eltd_section_title alignment=”left” title=”Microagulhamento com drug delivery: ” title_font_size=”24″][vc_column_text]O Microagulhamento é um tratamento que utiliza um aparelho com várias microagulhas. Ao aplicar na pele abrimos milhares de canais, através dos quais aplicamos clareadores e vitaminas estéreis para atingir a profundidade da mancha. Este tratamento não libera calor na pele, por isso o risco de piora da mancha (rebote) é mínimo.

No melasma, o tipo de microagulhas e a técnica de realização do tratamento difere de outras indicações como rejuvenescimento e cicatrizes de acne, justamente pelas inúmeras particularidades que a pele com Melasma apresenta.

O Melasma é uma condição crônica que poderá melhorar com o tempo, estacionar ou até agravar-se dependendo dos hábitos de vida e cuidados que o paciente teve. O conceito principal é que pacientes com melasma necessitam tratamento constante. A informação e conscientização do paciente são de suma importância para um resultado satisfatório.

[/vc_column_text][vc_empty_space][/vc_column][/vc_row][vc_row center_bck_image=”no”][vc_column][eltd_call_to_action full_width=”yes” content_in_grid=”yes” grid_size=”80″ type=”normal” show_button=”yes” button_type=”solid” button_hover_type=”gradient_hover” button_icon_pack=”font_awesome” button_fa_icon=”fa-phone” button_text=”(47) 3046 8230″ background_image=”” background_color=”” button_color=”#ffffff” button_border_color=”” button_hover_color=”” button_hover_border_color=”” button_link=”#” button_start_background_color=”#925f8f” button_end_background_color=”#b494aa”]Ligue e marque sua consulta![/eltd_call_to_action][/vc_column][/vc_row]